segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Cinza



Está tudo cinza.

Me nego a aceitar que no que vivemos hoje é uma sociedade.

Vivemos a hipocrisia. ´´Hipocrisia é o ato de fingir ter crenças, virtudes, ideias e sentimentos que a pessoa na verdade não as possui. Um exemplo clássico de ato hipócrita é denunciar alguém por realizar alguma ação enquanto realiza a mesma ação, ou pior.`` O entre aspas copiei do Wikipédia.

Tenho a mágoa de conhecer gente assim.

Vivemos o caos. Têm visto jornal? Lido? Saído de casa depois das 22h?

Certamente com medo e pressa. Acuado. Você pode negar e lançar um olhar otimista sobre tudo, claro! É bom ser otimista. O otimismo traz esperança e precisamos dela. Mas de olhos bem abertos.

Temos que vigiar.

A explosão das redes sociais não é por acaso, nos isolamos de nós mesmos, nos omitimos em relação ao próximo que se omite também e os desdobramentos são infinitos. Não se mede mais nada, o bom senso foi pelo ralo.

As redes sociais nos protegem. Camuflam. Tudo é bonito, todo mundo é do bem... Só que não.

Se há um grupo de 10 pessoas, 8 estão no celular. Se escondendo. É mais fácil interagir com algo em que se exerça o poder absoluto. Liga, desliga e pronto. Esquecem que pessoas não são assim. Pessoas são chatas. Precisam de conversa, afinidade, amizade, afeto, consideração e respeito. Isso dá trabalho.

Dá trabalho interagir... dá trabalho ser normal. No mínimo normal. Então para que? Vamos vestir um sorriso, dois tapinhas nas costas e articular amizades por conveniência.

Vamos ser cinza, gris: mais ou menos. Sabe? meio termo. Nem quente nem frio. Vamos ser uma interrogação.

Cinza, o que resta depois da uma queimada. Onde antes havia o verde... Onde havia solo fértil... 

Cinza. Só.

Não? vamos radicalizar então!

Vamos para as ruas protestar destruindo o comércio. Isso faz todo sentido! Só que ao contrário.

Protestar por qualquer coisa destruindo outra é como protestar pela virgindade fazendo sexo. Impor respeito usando de força é ditadura. Falso moralismo.

É oficial, a sociedade ruiu.

O mundo em si ainda é um lugar bom, está é mal administrado mesmo.

Está tudo invertido. Ao contrário como dito na música.

Se está tudo do avesso, vou seguindo no meu erro então. Sendo gentil com garçons, pedindo licença, por favor e desculpas.

Vivendo. Leve.

E não apenas passando pela vida.

Dr. Bruno Cabral, outubro de 2013.

´´Vamos celebrar
A estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja
De assassinos
Covardes, estupradores
E ladrões
Vamos celebrar
A estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso estado que não é nação
Celebrar a juventude sem escolas
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião
Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade
Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta
De hospitais
Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Queimadas, mentiras
E sequestros
Nosso castelo
De cartas marcadas
O trabalho escravo
Nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia
E toda a afetação
Todo roubo e toda indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã
Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar o coração
Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado
De absurdos gloriosos
Tudo que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos
O hino nacional
A lágrima é verdadeira
Vamos celebrar nossa saudade
Comemorar a nossa solidão
Vamos festejar a inveja
A intolerância
A incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente
A vida inteira
E agora não tem mais
Direito a nada
Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta de bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror
De tudo isto
Com festa, velório e caixão
Tá tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou
Essa canção
Venha!
Meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão
Venha!
O amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça
Venha!
Que o que vem é Perfeição!...``


Renato Russo. 

Um comentário:

  1. Citando outra música: "O que está acontecendo? O mundo está ao contrário e ninguém reparou"...
    Tá tudo de cabeça pra baixo mesmo. Os valores, principalmente. É difícil confiar, se abrir, não ter sempre um pé atrás. A gente se esconde nas 'telinhas' e, podendo ser tanta coisa nas redes sociais, ainda tem gente que escolhe ser idiota.
    Mas apesar de tudo isso, de a gente TER QUE SER tão desconfiado, tão chato e ranzinza, quero te dizer uma coisa. Não deixa essa ruindade estragar o que você tem de bom, porque ainda tem gente que quer bem verdadeiramente. Que diz 'eu te amo' e ama mesmo. Que diz 'pode contar comigo' e, quando você ta na merda, nem precisa chamar, ela já tá lá te segurando. Gente que olha no olho, que larga o celular pra te escutar.
    Te amo!
    Ruana.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, é gratificante para mim e bem rápido para você. Mas se não se identificar será devidamente DELETADO.